28/06/2020 às 08h31min - Atualizada em 28/06/2020 às 08h31min

Com coronavírus, telemedicina é impulsionada em Cuiabá

Rcpress
Mídia de Hoje

Desde que o Ministério da Saúde reconheceu o exercício da telemedicina no Brasil, a procura pelo serviço tem sido muito recorrente em todo o país. Em Cuiabá, o médico infectologista Cassius Clay Azevedo afirma que a os pacientes buscam acessar um atendimento especializado sem precisar sair de casa e incorrer em risco desnecessário à saúde. 

 

Cassius Clay Azevedo

Cassius Clay Azevedo

 

"A vantagem é que a telemedicina permite o acompanhamento de pacientes de todos os perfis: os que já sofrem com alguma doença crônicas, como diabetes, hipertensão, obesidade e outras e também àquelas que estão com sinais de alerta de alguma doença, principalmente à Covid-19", explica o médico.

Segundo o infectologista, pessoas de Cuiabá e todo o Estado estão o procurando para consulta online. Desde de abril, já atendi mais de 100 pacientes. De acordo com ele, o atendimento é feito através do telefone, ou por videoconferência. A escolha é do paciente. “Quando o paciente liga, seus dados são validados e, na sequência, a consulta é iniciada, como a presencial, ouvindo o paciente, as queixas, sintomas, podendo o médico prescrever inclusive exames e medicamentos", detalha Azevedo.

"A consulta virtual não veio para substituir a consulta presencial. Veio para melhorá-la e possibilitar o acesso A saúde ao maior número de pessoas"

Na visão do infectologista, o acompanhamento e a consulta virtual tornaram-se estratégicos e absolutamente necessários para evitar visitas desnecessárias a hospitais em tempos de epidemia, como a que estamos vivendo. "A consulta virtual não veio para substituir a consulta presencial. Veio para melhorá-la e possibilitar o acesso A saúde ao maior número de pessoas"

Vale destacar que o exercício da medicina a distância, ou telemedicina, no Brasil, além da autorização pelo Ministério da Saúde, está regulado pela Resolução 1.643/2002 do Conselho Federal de Medicina

telemedicina

telemedicina

 

(CFM).

Cassius Clay Azevedo é Mestre em Doenças infecciosas, Médico Infectologista, especialista em Medicina Tropical e pós-graduado em Medicina do Trabalho e Medicina Pericial. Atende presencialmente na CEMEDIG, em Cuiabá e por telemedicina, para todo o Brasil. Mais informações: (65) 99314-4880

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp